benefícios do ciclismo

Da saúde física à mental: confira os benefícios do ciclismo

Confira 4 benefícios do ciclismo e saiba por que pedalar menos de 1 hora por dia pode transformar seu corpo

 

Sabia que o ciclismo traz inúmeros benefícios para o corpo e para a mente?

Seu objetivo pode ser emagrecer, ir e voltar do trabalho, movimentar o corpo, ativar a musculatura inferior ou simplesmente espairecer.

Não interessa, pedalar é uma das escolhas mais inteligentes!

Se você quer começar a pedalar agora e não sabe por onde começar, recomendamos que leia nosso texto apresentando 6 tipos de bicicletas.

Afinal, antes de dar o primeiro pedal é importante saber qual tipo de bicicleta combina mais com você.

poster-et-bike
Foto: Pinterest

 

3 benefícios do ciclismo para o corpo e para a mente

 

benefícios do ciclismo pedalar 30 minutos pode transformar o seu corpo

 

Para falarmos sobre os benefícios do ciclismo ao corpo, conversamos com o educador físico Filipe Natthan, que nos trouxe vários pontos positivos da prática.

 

Pedalar fortalece a musculatura

 

As pernas não são as únicas exercitadas durante a pedalada, sabia? Todo o corpo é trabalhado quando andamos de bicicleta!

Andar de bicicleta fortalece:

  • Parte superior das pernas;
  • Superiores (como o abdômen).

 

Parte superior das pernas:

 

É a parte mais trabalhada, uma vez que as pernas permanecem em constante movimento.

Neste sentido, inserir pedaladas diárias na sua rotina, mesmo que curtas, ajudará a fortalecer toda a parte inferior do seu corpo.

Uma pedalada envolve:

  • os quadríceps;
  • músculos das coxas;
  • glúteos.

Aliás, os glúteos têm um papel essencial na hora de dar potência às pernas. Se o seu objetivo é um bumbum fortalecido, considere o ciclismo como atividade física também!

 

GIF

Imagem: Pinterest

 

Superiores:

 

O abdômen e os braços também são ativados durante a prática do ciclismo. Isso acontece quando a bicicleta correta é escolhida, e o esforço varia conforme o tipo de prática.

Normalmente, a pedalada no estilo de mountain bike trabalha bastante essa parte do corpo. Isso acontece porque o solo dessa modalidade costuma ser bastante acidentado, exigindo força para direcionar o corpo e a bike.

De acordo com Filipe, o ciclismo é uma atividade que contempla dois tipos de metabolismo:

  • o metabolismo aeróbico;
  • e também o anaeróbio lático (que utiliza mais o músculo como substrato energético).

Dessa forma, quando pedalamos não estamos apenas queimando gordura. Em alguns casos, conseguimos alcançar uma hipertrofia — em um nível menor que o que a musculação oferece.

Também é possível aumentar o volume muscular das coxas, glúteos e toda a musculatura envolvida no pedalar.

 

Pedalar diminui o estresse

 

Com pedaladas em grupo ou só, a bicicleta é uma grande aliada para desestressar.

Segundo um estudo europeu, com uma amostra de 3.567 moradores de 7 cidades diferentes, o ciclismo traz mudanças significativas à saúde mental de seus adeptos.

Para os ciclistas, as sensações que a prática provoca não se comparam a nenhuma outra.

Algumas são:

  • Movimentar o corpo e eliminar gordura enquanto admira paisagens;
  • Ter contato com a natureza;
  • Ter momentos de reflexão;
  • Ou mesmo viver a cidade.

Tudo isso é uma experiência única.

Neste sentido, Filipe vê o ciclismo como um esporte praticamente universal, já que contempla inúmeras personalidades, gostos e objetivos. Dessa forma, o profissional também vê a bicicleta como um instrumento para o sentimento de prazer.

Portanto, junto à liberação de endorfina, é comprovado que andar de bicicleta promove a redução do estresse e da ansiedade.

Separamos um vídeo do ciclista Rômulo Michaelsen, que traz mais detalhes sobre como o ciclismo ajuda no combate à depressão e ansiedade:

 

 

Neste outro vídeo, o canal PraQuemPedala convidou o psiquiatra Luciano para falar sobre a patologia da depressão e os benefícios do ciclismo no seu combate.

Confira:

O ciclismo é um remédio e sua saúde agradece!

 

Filipe enfatiza que o ciclismo não possui pontos negativos.

Segundo ele, por ser uma atividade acessível e sem grandes mistérios, a prática pode ser uma aliada no controle de diversos problemas, como a hipertensão e a diabetes.

O ciclismo ajuda a regular a pressão arterial de indivíduos hipertensos:

  • É comprovado que pedaladas de menos de uma hora por dia normalizam a pressão sanguínea desses pacientes (podendo ficar estável por cerca de 13 horas).

Desse modo, a prática do ciclismo, desde que com acompanhamento de um profissional, pode ser a cura para a hipertensão em grau leve.

No vídeo abaixo, encontramos mais informações sobre o ciclismo e a hipertensão:

Estudos sobre os benefícios do ciclismo:

 

Em casos de pessoas diabéticas que fazem uso de insulina (normalmente quem tem a diabetes tipo 1), Filipe acredita que o ciclismo colabora na melhor aceitação desse hormônio, o que facilita o transporte de glicose para dentro do músculo.

Isto é: se você se encaixa nesse perfil, provavelmente passará a aplicar uma quantidade de insulina um pouco menor quando começar a pedalar.

Mas claro, não esqueça de consultar seu endocrinologista!

 

Veja alguns estudos que apontam os benefícios da bike:

 

São 2 estudos:

  • Em julho de 2021, o JAMA Internal Medicine publicou um estudo com uma amostra de mais de cem mil diabéticos europeus. A pesquisa associou o ciclismo à redução de 24% na mortalidade comparando com pessoas não ciclistas.
  • Segundo a Associação Americana do Coração (AHA), a prática de exercícios regulares melhora a resistência à insulina (o que ajuda a manter os níveis de glicose no sangue estáveis). Além disso, diminui as chances de problemas cardiovasculares em pessoas portadoras de diabetes tipo 2.

Desse modo, é comprovado que a prática de pedaladas regulares, como pequenos percursos de 30 minutos por dia, podem ajudar (e muito) a manutenção da saúde de um diabético.

Se você é portador de diabetes ou tem hipoglicemias, assista ao vídeo abaixo. Ele pode te ajudar a planejar suas pedaladas e evitar a queda de glicose:

 

 

5 hábitos para melhorar os resultados no ciclismo 

 

Confira 5 dicas essenciais para que você consiga melhorar suas performance:

Durma bem

Uma boa performance requer um corpo descansado, e ter boas noites de sono prepara nossa mente e nosso corpo para pedaladas satisfatórias.

Além disso, é durante o descanso que a musculatura cresce e fica mais forte.

 

Consuma alimentos saudáveis

Parece uma dica boba, né?

Mas preste atenção no que você consome antes e depois de andar de bicicleta.

O ciclismo é, muitas vezes, um esporte intenso. Por isso, jamais pedale de estômago cheio (nem vazio). Você precisa de energia, então procure consumir frutas ou pratos leves (e naturais) antes de pedalar.

Uma ótima dica é a banana. Além de ser uma fruta prática, ajuda a evitar câimbras por ser rica em potássio.

 

Direcione o foco aos músculos das pernas

Durante as pedaladas, preste atenção nas pernas!

Assim, você conseguirá utilizá-las de uma maneira inteligente, além de evitar fazer força sem necessidade.

 

Aprenda a respirar

Respirar corretamente nos ajuda a ter mais eficiência ao pedalar. Sendo assim, o indicado para os ciclistas é respirar pelo nariz.

Com bastante atenção e concentração, você conseguirá puxar o ar pelo nariz e soltá-lo pela boca mesmo quando estiver cansado.

 

Alongue!

No ciclismo, o alongamento é fundamental.

Procure alongar-se antes e depois de pedalar. Essa prática ajuda a evitar a fadiga muscular e diminui as dores pós treino.

Ah, e o alongamento é para todas as partes do corpo, certo?

Confira 20 exercícios de alongamentos no vídeo a seguir:

 

Como sempre falamos aqui no Ciência Fitness, procure estar alinhado a um profissional da saúde e respeite os limites do seu corpo.

Mesmo que o ciclismo seja uma atividade relativamente simples, pode exigir bastante de você.

Ou seja, como em qualquer exercício: aprenda a dosar!

 

Gostou de ficar por dentro sobre os benefícios do ciclismo? Confira outros posts que escrevemos:

 

Conheça 6 tipos de bicicletas e saiba qual o ideal para você

Alongamentos para correr: quando é necessário?

Como correr corretamente? Dicas pra correr melhor

 

Para ficar por dentro das novidades sobre o mundo fitness, continue acessando o Ciência Fitness e acompanhe nosso perfil no Instagram. Lá, publicamos dicas de treino, receitas e outros assuntos relacionados à saúde do nosso corpo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *