//Desvendando os mistérios dos alimentos funcionais

Desvendando os mistérios dos alimentos funcionais

2020-06-01T18:30:13+00:00 junho 1st, 2020|Categories: Nutrição|Tags: |

Entenda o que é são alimentos funcionais e veja os principais compostos e alimentos que estão sendo estudados e quais são seus benefícios.

As pessoas têm ficados mais preocupadas e conscientes com a sua alimentação. Termos como orgânicos e low carb tornam-se cada vez mais corriqueiros. Outra terminologia que tem ganhado destaque nos últimos anos é a de alimentação funcional. Mas você sabe o que são alimentos funcionais? Para esclarecer essa dúvida, assim como saber quais alimentos podem ser introduzidos na rotina alimentar, no post de hoje vamos falar sobre esse tipo de alimentos.

O que são alimentos funcionais?

guia alimentos funcionais pinterest

Os alimentos funcionais são alimentos ou ingredientes que produzem efeitos benéficos à saúde, além de suas funções nutricionais básicas. Por isso, os alimentos funcionais caracterizam-se por oferecer vários benefícios à saúde, além do valor nutritivo inerente à sua composição química, podendo desempenhar um papel potencialmente benéfico na redução do risco de doenças crônicas degenerativas, como câncer e diabetes, dentre outras (Fonte: Ministério da Saúde, 2015).

Assim, uma alimentação funcional é baseada no consumo de alimentos frescos e naturais e que têm duas funções: nutrir e proteger o organismo de doenças.

Porém, é preciso ter em atenção que tais alimentos funcionais não têm o papel de agir como medicamentos e nem são substitutos aos tratamentos convencionais. Além disso, para que os benefícios presentes nos alimentos funcionais se materializem de fato é preciso manter uma dieta equilibrada e balanceada. Por exemplo: é inútil consumir determinado alimento para ajudar a controlar o colesterol se a pessoa não mantiver uma dieta restritiva em relação à gordura saturada.

Alguns exemplos de compostos e alimentos funcionais para você introduzir na sua rotina

De acordo com o Ministério da Saúde, alguns compostos funcionais investigados pela ciência são:

Isaflavonas

Esse composto tem ação estrogênica e ajuda a reduzir os sintomas da menopausa e ajuda a prevenir alguns tipos de câncer. Pode ser encontrado na soja e nos seus derivados.

Proteínas da soja

Ajudam a reduzir os níveis de colesterol e podem ser encontradas na soja e seus derivados.

Ômega 3

Ajudam a reduzir o colesterol LDL (o famoso “colesterol ruim”), possui ação anti-inflamatória. No caso dos recém-nascidos, ajuda o desenvolvimento do cérebro e da retina. O ômega 3 pode ser encontrado na sardinha, salmão, atum, dentre outros peixes.

Licopeno

Tem função antioxidante, além de reduzir os níveis de colesterol e o risco de alguns tipos de câncer. Pode ser encontrado no tomate, goiaba, melancia, dentre outros.

Flavonóides

Ajudam a reduzir a atividade do câncer, além de terem funções vasodilatadoras, anti-inflamatórias e antioxidantes. Podem ser encontradas na soja, frutas cítricas, tomate, dentre outros.

Probióticos – bifidobacterias e lactobacilos

Favorecem as funções gastrointestinais, reduzindo o risco de constipação e câncer de cólon. Podem ser encontrados nos leites fermentados, nos iogurtes e em outros produtos lácteos fermentados.

Que outros alimentos funcionais posso introduzir na minha rotina?

Trouxemos aqui uma outra relação de alimentos funcionais, mas menos comuns, que você pode introduzir na sua dieta alimentar (Fonte: Ministério da Saúde). Vamos lá?

Linhaça

A linhaça é considerada como alimento funcional por possuir substâncias benéficas à saúde, como o ômega-3, lignanas e isoflavonas. Assim, a linhaça apresenta ação fitohormonal, antioxidante e hipocolesterolêmica, com efeito protetor contra a osteoporose e o câncer de mama. Além disso, é possível substituir a linhaça por outros alimentos mais comuns na cultura brasileira e com características nutricionais semelhantes, como farelo de trigo e aveia.

Suco verde

O suco verde é obtido a partir da combinação de vegetais folhosos, como couve, agrião, rúcula e espinafre, além de frutas cítricas, como laranja e limão. Os sucos verdes também recebem a adição de alimentos ditos como detentores de propriedades funcionais, como gengibre, linhaça, chia, entre outros. A combinação de vegetais e frutas no suco favorece aumento o consumo de fibras, vitaminas, minerais, substâncias antioxidantes e bioativas, naturalmente presentes em todas as frutas e hortaliças. Acerca da recomendação do consumo do suco verde em jejum para favorecer a absorção de nutrientes, assim como potencializar seu efeito emagrecedor: sobre isso, o Ministério da Saúde pontua que não existem estudos científicos que comprovem tais informações.

Quinoa

A quinoa é fonte de minerais, como cálcio, potássio e magnésio; vitaminas C, E e B1; fibras; ácidos graxos e aminoácidos essenciais; além de possuir compostos como polifenóis, fitoesterois e flavonoides. Os derivados fenólicos presentes na quinoa são agentes antimicrobianos naturais e antioxidantes, reduzindo a quantidade de radicais livres. Por sua vez, os polifenóis possuem comprovados benefícios à saúde, prevenindo enfermidades, como câncer e doenças cardiovasculares, além de melhorar a imunidade.

Viu que é fácil ter uma alimentação diversificada, saudável e, ainda, obter vários benefícios para sua saúde e bem-estar? Já que você está gostando dos posts do Ciência e Fitness, temos duas outras sugestões para a sua leitura: “Chocolate: vilão ou aliado? Os tipos de chocolate e seus benefícios” e “Proteína da soja: como ter uma dieta diversificada e saudável?”. Fique por dentro dos assuntos e tendências sobre o mundo fitness e acompanhe sempre nosso blog.

Leave A Comment