resistencia muscular cover

Você sabe o que é resistência muscular e sua importância para o seu treino?

Entenda o que é resistência muscular e veja qual é sua importância para os resultados do seu treino

 

Seja para os iniciantes, seja para aqueles que levam a rotina de treinos de maneira mais séria, há sempre dúvidas relacionadas com força muscular e resistência muscular. Afinal, são a mesma coisa? Qual é a mais importante?

Por isso, no post de hoje vamos entender o que é resistência muscular e ver qual é sua importância para os resultados do seu treino.

Vamos lá?!

 

A importância da prática de atividades físicas e do condicionamento físico

 

De acordo com a Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional (EEFFTO), o sedentarismo é um fator que pode provocar uma série de problemas relacionados à saúde.

Além disso, tais problemas podem resultar em várias doenças que, consequentemente, podem levar o indivíduo à morte prematura.

A boa notícia é que os estudos indicam que a prática regular de exercício físico proporciona diversos benefícios, desde a prevenção e tratamento de doenças até a promoção da saúde.

Já o MSD Manuals pontua que os programas de exercícios devem abranger várias dimensões de condicionamento físico, tais como:

  • Alongamento e flexibilidade;
  • Capacidade aeróbica (resistência cardiovascular);
  • Equilíbrio;
  • Força, incluindo resistência muscular e tamanho ou estrutura muscular.

 

Mas quando se fala em resistência muscular, a maior parte das pessoas tem muitas dúvidas.

 

O que é, afinal, resistência muscular?

 

Antes de explicar o que é resistência muscular, é importante fazer a diferenciação em relação à força muscular.

  • A força muscular é a capacidade que o músculo tem de gerar tensão para superar ou se opor a uma resistência. Exemplo: levantar um determinado tipo de peso, seja com os braços ou com a perna. Para concluir este exercício, é necessário ter força muscular. A força muscular influencia, diretamente, a resistência, a velocidade, a potência e o movimento.
  • Já a resistência muscular é a capacidade do músculo para exercer repetidamente a força contra a resistência. Ou seja, realizar repetições múltiplas de um exercício é uma forma de resistência muscular. Assim, se seus músculos têm que contrair em um exercício mais de uma vez você está usando a resistência muscular. Em relação ao exemplo anterior, a resistência muscular está relacionada com as repetições.

 

Entenda o que é a Resistência Muscular Localizada (RML)

 

O treinamento de resistência muscular localizado (RML) pode ser praticado com vários objetivos, como na melhoria do rendimento no esporte, aptidão física com fins estéticos, dentre outros objetivos.

Assim, a RML tem como objetivo principal melhorar a capacidade do músculo em suportar uma certa carga e se manter sobe tensão por um maior tempo. Além disso, a RML prepara as articulações e tendões para suportar demandas de treinos de intensidade mais elevadas, tanto em treinamentos com pesos, como também em treinamentos com características aeróbica e anaeróbica. Ou seja, ajuda a prevenir lesões.

 

E quais são as principais caraterísticas do treinamento de RML?

 

  • Volume: Nessa etapa são realizadas uma maior quantidade de repetições, séries e exercícios.
  • Densidade: Isso caracteriza uma maior quantidade de treino em um menor espaço de tempo, sendo utilizados, por exemplo, intervalos entre séries e exercícios menores.
  • Baixa Intensidade: Nesse momento não são utilizadas altas cargas, geralmente são utilizadas cargas entre 50% e 60% da capacidade máxima do indivíduo.
  • Cadência: Na execução dos exercícios, os movimentos normalmente serão realizados de forma lenta, isso garante uma maior eficiência na contração muscular.

 

Principais benefícios do treinamento RML

 

  • Melhoria da capacidade funcional do músculo;
  • Aprendizado motor;
  • Melhoria do ambiente muscular para geração de hipertrofia;
  • Redução da fadiga muscular localizada.

 

E o que é um treino de resistência?

 

De acordo com o Portal do Manual do Homem Moderno, o treino de resistência é aquele onde o corpo aumenta sua capacidade de suportar a fadiga ou capacidade de resistir a acidose gerada pelo corpo em exercício.

Assim, o treino de resistência feito na musculação melhora essa capacidade periférica e em pontos bem específicos.

E é possível, através de um treinamento funcional, obter a resistência muscular. Como assim? De acordo com o Conselho Regional de Educação Física do Paraná, esse método de treinamento tem como segredo a sua dinamicidade.

Assim, o sucesso desse tipo de treino é a união de elementos da musculação e da ginástica, trazendo benefícios das duas modalidades. Dentre os benefícios do treinamento funcional, estão:

  • ganho de força e potência muscular;
  • melhora da resistência muscular geral e localizada;
  • aquisição ou aprimoramento do condicionamento cardiovascular aeróbio e
  • anaeróbio;
  • equilíbrio.

 

Desta forma, através do treinamento funcional é possível promover o emagrecimento, a hipertrofia e, consequente, a definição muscular.

Por fim, é importante lembrar que a resistência muscular é importante para todos, sejam atletas, idosos, iniciantes ou pessoas que estão retornando a prática de exercícios.

 

Gostou de saber mais sobre resistência muscular?

Que tal continuar se informando sobre o mundo fitness e sobre alimentação saudável e fit? Para te ajudar, separamos aqui 4 (quatro) posts que, certamente, vão te interessar:

 

Hora do treino: o que comer antes e depois do treino

O que é hipertrofia muscular?

6 exercícios para o seu treino de hipertrofia

O que é Massa Magra: definição e como evitar massa gorda

 

E que tal acompanhar os posts do Ciência Fitness no nosso Instagram? Lá tem diversos posts semanais para você acompanhar as nossas novidades. Fique por dentro dos assuntos e tendências sobre academia, mundo fitness, alimentação saudável, hipertrofia, dicas de treinamento e acompanhe sempre nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *